>

"As ovelhas ouvem a sua voz, e chama pelo nome às suas ovelhas, e as traz para fora" (Jo 10.3)

Certa vez participei de um acampamento de jovens e havia ali um missionário que gostava muito de ensinar através de dinâmicas, e uma delas foi a seguinte:
Ele escolheu alguns para pastores, outros para anjos e os outros para ovelhas. Criamos ali um aprisco e dividimos as ovelhas entre os pastores. Os pastores se separaram com seu rebanho, e ali começava a dinâmica.
O objetivo final era levar as ovelhas até o aprisco, mas tinha um detalhe, as ovelhas estavam vendadas e cada pastor tinha que criar um tipo de comunicação entre elas e, de uma em uma, levá-las até o local estabelecido. Alguns usaram pratos e talheres, outros usaram outros tipos de sons.
Os pastores começaram e levar suas ovelhas até o aprisco, algumas chegavam depressa já outras com medo de tropeçar, acabavam demorando mais pra chegar ao destino. No meio do caminho haviam árvores, pedras, buracos e as vezes as ovelhas, por não entenderem bem os sinais do seu pastor, quase caiam. Mas lembra que o missionário havia escolhido também os anjos? Sim, eles estavam ali o tempo todo de olhos abertos, atentos a qualquer risco que pudesse haver no caminho. Eles retiravam as pedras no caminho, pegavam pelo braço para desviar de uma árvore e assim ajudam as ovelhas a prosseguir em segurança.
No fim das contas, quando todas as ovelhas já estavam no aprisco, ali sentamos e passamos a compartilhar do que o Espírito Santo havia nos ensinado naquela manhã. O Senhor me chamou atenção a alguns pontos:
Os pastores, antes de tudo, estabeleceram uma comunicação entre eles e suas ovelhas. Eu vejo isso acontecer quando passamos a buscar a intimidade com o Senhor, lendo a Sua palavra e conversando com nosso Deus, assim nos tornamos sensíveis, não somente a ouvir sua voz, mas a segui-la.
Segundo, tive que admitir que nós só tropeçamos nas pedras da vida ou nos deparamos com uma árvore bem na nossa frente e nos esborrachamos nela quando não prestamos atenção na voz do Senhor. Ele avisa, nos instrui, mas nós teimamos e o que acontece? Caimos. Quem se deixa ser guiado pelo Espírito Santo não corre esse risco.
Eu tive o privilégio de ser pastor e pude notar que algumas ovelhas estavam inseguras demais, mesmo com meus sinais dizendo a eles que eles poderiam vir, confiassem no seu pastor, não há perigo algum, elas andavam devagar. Já outras ovelhas confiavam e chegavam ao seu destino mais rápidas e em segurança.
Outro ponto é que, mesmo quando não escutamos a voz do Espírito Santo nos dizendo o que fazer ou pra onde devemos ou não seguir, o Senhor envia seus anjos para nos proteger, nos tirar as pedras do caminho até que cheguemos em segurança ao nosso destino.
O Senhor tem algo a te ensinar nesse momento. O Seu pastor, que é capaz de deixar todas as outras no aprisco e ir em busca daquela que se perdeu, que conhece bem suas ovelhas e sabe o que é melhor pra elas, deseja que você siga os seus sinais, preste bem atenção à sua voz e confie, siga na direção que Ele mandou sem medo, porque Ele não irá nos levar por caminhos em que você possa tropeçar.

A Deus, meu fiel e bom Pastor, seja toda a glória para sempre!

"As ovelhas ouvem a sua voz, e chama pelo nome às suas ovelhas, e as traz para fora" (Jo 10.3)

Certa vez participei de um acampamento de jovens e havia ali um missionário que gostava muito de ensinar através de dinâmicas, e uma delas foi a seguinte:

Ele escolheu alguns para pastores, outros para anjos e os outros para ovelhas. Criamos ali um aprisco e dividimos as ovelhas entre os pastores. Os pastores se separaram com seu rebanho, e ali começava a dinâmica.

O objetivo final era levar as ovelhas até o aprisco, mas tinha um detalhe, as ovelhas estavam vendadas e cada pastor tinha que criar um tipo de comunicação entre elas e, de uma em uma, levá-las até o local estabelecido. Alguns usaram pratos e talheres, outros usaram outros tipos de sons.

Os pastores começaram e levar suas ovelhas até o aprisco, algumas chegavam depressa já outras com medo de tropeçar, acabavam demorando mais pra chegar ao destino. No meio do caminho haviam árvores, pedras, buracos e as vezes as ovelhas, por não entenderem bem os sinais do seu pastor, quase caiam. Mas lembra que o missionário havia escolhido também os anjos? Sim, eles estavam ali o tempo todo de olhos abertos, atentos a qualquer risco que pudesse haver no caminho. Eles retiravam as pedras no caminho, pegavam pelo braço para desviar de uma árvore e assim ajudam as ovelhas a prosseguir em segurança.

No fim das contas, quando todas as ovelhas já estavam no aprisco, ali sentamos e passamos a compartilhar do que o Espírito Santo havia nos ensinado naquela manhã. O Senhor me chamou atenção a alguns pontos:

Os pastores, antes de tudo, estabeleceram uma comunicação entre eles e suas ovelhas. Eu vejo isso acontecer quando passamos a buscar a intimidade com o Senhor, lendo a Sua palavra e conversando com nosso Deus, assim nos tornamos sensíveis, não somente a ouvir sua voz, mas a segui-la.

Segundo, tive que admitir que nós só tropeçamos nas pedras da vida ou nos deparamos com uma árvore bem na nossa frente e nos esborrachamos nela quando não prestamos atenção na voz do Senhor. Ele avisa, nos instrui, mas nós teimamos e o que acontece? Caimos. Quem se deixa ser guiado pelo Espírito Santo não corre esse risco.

Eu tive o privilégio de ser pastor e pude notar que algumas ovelhas estavam inseguras demais, mesmo com meus sinais dizendo a eles que eles poderiam vir, confiassem no seu pastor, não há perigo algum, elas andavam devagar. Já outras ovelhas confiavam e chegavam ao seu destino mais rápidas e em segurança.

Outro ponto é que, mesmo quando não escutamos a voz do Espírito Santo nos dizendo o que fazer ou pra onde devemos ou não seguir, o Senhor envia seus anjos para nos proteger, nos tirar as pedras do caminho até que cheguemos em segurança ao nosso destino.

O Senhor tem algo a te ensinar nesse momento. O Seu pastor, que é capaz de deixar todas as outras no aprisco e ir em busca daquela que se perdeu, que conhece bem suas ovelhas e sabe o que é melhor pra elas, deseja que você siga os seus sinais, preste bem atenção à sua voz e confie, siga na direção que Ele mandou sem medo, porque Ele não irá nos levar por caminhos em que você possa tropeçar.

A Deus, meu fiel e bom Pastor, seja toda a glória para sempre!

Notes